Aleatório Devocional

Gratidão pelo novo.

Agora pouco estava fazendo uma releitura dos meus sentimentos para esse ano que termina, e não tive sensações muito boas ao lembrar, até mencionei em uma rede social que queria nem ter memórias desse ano que se encerra.
Uma das coisas que aprendi com Deus é que não adiantará nada se eu não for sincera comigo mesma, sincera com o que eu sinto, sincera com o que eu falo, sincera com os meus problemas, sincera com a adversidade, sincera com a alegria e nos sorrisos, sincera com as minhas lagrimas, sincera com o meu olhar..  Se o que eu falar não for sincero da minha parte sendo que Deus  conhece meu coração e minhas palavras antes mesmo de eu as dizer, estarei mentindo para quem? Obviamente para mim mesma. Então fui adequadamente sincera ao rever meus dias, rever o que passei, rever o que chorei e o que sorri, rever memórias lindas, rever memórias tristes, rever erros e acertos e quando fui colocar numa espécie de balança sentimental para “medir” o que pesou mais, a tristeza sobressaiu sobre a alegria. Que ano!
Conto na mão meus momentos felizes, mas isso não impede que eu seja intensamente grata pelo que sofri.

Sou muito grata pelos dias novos.
Me sinto muito privilegiada em conseguir observar 365 páginas em branco.

Muitos estão falando: “errei muito o próximo ano será um ano de não errar com os mesmos erros e não cair nos mesmos buracos”, e eu até que concordo. Mas dando uma conotação mais forte a esse pensamento, acho que se errei agora, amanhã não cairei no mesmo buraco, entende? Digo, esperaríamos 1 ano para não cair nos mesmos erros? É como se eu todo ano parasse de ir a academia no final do primeiro semestre, passar o segundo semestre do ano enrolando e falar: “no próximo ano eu começo e não vou parar!”, entende que enrolamos ao errar e erramos estando no erro?
Gostaria de falar que me incluo em tudo que falo primeiramente.
Não posso falar: “ano que vem”, porque estendo as promessas para um longo prazo e é aí onde eu erro, é ai onde não lembro desse buraco, é aí onde eu caio. Se eu falar: “errei agora, não vou mais errar mais, se daqui a pouco eu ver esse buraco de novo, não vou cair mais”, acredito que as “promessas” a curto prazo são mais eficazes.
“Quero fazer academia, ok, vou pegar o número do local e agendar um horário”.
“Quero ter mais intimidade com Jesus, ok, ao invés de ficar nas redes sociais eu vou ir orar buscando intimidade.”
Sabe, essas coisas estão me confrontando.

As novas 365 novas páginas não incluem amanhã mas incluem agora.
A santidade que persisto não é pra não pecar amanhã é pra ser melhor e mais forte agora.
A intimidade que eu quero, não é pra pregar num culto em uma igreja que me convidaram em tal data, é porque quero ouvir Jesus falar agora.
São 365 novas páginas de agora. Agora que pode resultar em frutos amanhã.
Meu erro desse ano que termina foi exatamente pensar que amanhã eu começo algo novo, novo relacionamento após pecar, novo momento de orar, amanhã pedir perdão, amanhã amar mais, amanhã, amanhã, amanhã..
Meu erro foi ir empurrando a bagagem.
E foram 365 dias para no último observar que um dos  meus maiores erros estava no amanhã.

Minhas metas saíram do amanhã.
Já não há mais listas, já não há mais folhas preenchidas com metas, com objetivos, acabou.
Meus planos escritos muitas vezes no papel ficaram mesmo no papel porque o papel não faz nada, o papel não tem vida, não respira, não toma decisões… Imagino que eu tenho gravado em mim onde quero chegar, mas estou começando a fazer agora acontecer tudo que desejo que aconteça, seja orando ou seja correndo atrás. Obviamente não estou dizendo que você não pode escrever planos e metas para o próximo ano, aliás nos últimos anos eu mesma postei sobre as minhas metas aqui e o quanto eu achava importante tê-las, mas me frustrei com a maioria dos itens, porque era uma meta pra amanhã. O que era para amanhã eu deixei pra amanhã e amanhã e amanhã e nunca aconteceu.

Me frustrei demais com o que escrevi nas metas anteriores, agora vou deixar Jesus ser Jesus e realmente guiar meus dias, passos e sonhos, pois se digo que se já não sou mais eu mas Jesus Cristo vive em mim, é Ele quem deve viver e falar e fazer o que Ele prover. Mas falando assim parece que estou sento muito incoerente, pareço não ter sonhos para o futuro mas tenho, no próximo ano vou me formar na faculdade e isso é algo que tem feito meu coração muito feliz. Fora isso, meu desejo de crescer mais em conhecimento no Espírito Santo, estou praticando agora, orando mais por intimidade agora, amando mais a minha família agora, me dedicando mais ao blog agora, lendo mais a bíblia agora, jejuando agora e agendando um horário na academia agora também (de verdade isso, acabei de ligar rs).

Talvez, digo, talvez deixando de ter metas para amanhã eu alcance as metas.
Por isso sou grata pelas novas páginas em branco, não imagino a página de amanhã, mas imagino o que estou escrevendo em alguma página agora, figurativamente falando.

Sou grata por tudo que passou, não é porque eu não queira lembrar do que passou que eu não seja grata (frisando novamente isso), mas realmente estou com muita fome de aplicar o agora no que quero amanhã.

Quero fazer um agradecimento especial ao meu Pai.
Agradeço a Deus publicamente por você leitor (a) que esteve com a gente durante esse ano, que aprendeu com Jesus através desse site, que aguardou pacientemente a nossa pausa de 1 mês durante a troca de plataforma, que se alegrou com o nosso novo, que leu até o último ponto final de cada texto, que mandou um e-mail pedindo oração, que compartilhou algo nosso, que deu sua opinião, que participou. De maneira geral falando por todos da equipe, somos gratas pela vida de vocês e esperamos que você esteja com a gente nas próximas páginas.

Tenham um ano cheio de Jesus, porque a alegria dEle te faz completo.

Um abraço de urso.

Marcelle Mazza

Porque sou Eu que conheço os planos que tenho para vocês”, diz o Senhor, “planos de fazê-los prosperar e não de lhes causar dano, planos de dar-lhes esperança e um futuro.
Então vocês clamarão a mim, virão orar a mim, e eu os ouvirei.
Vocês me procurarão e me acharão quando me procurarem de todo o coração.
Jeremias 29:11-13

You Might Also Like...