Uncategorized

E se não for minha culpa?

b862bbee567cfbe8c6df8812f91be30fSabe, vivemos num mundo bem conturbado. Nossos dias estão encharcados de informações, nossas mentes explodindo de pensamentos inúteis e nossos corações pesados com sentimentos alheios. É muita pressão pra vida emocional e física de uma geração que tem demorado cada vez mais para amadurecer.

Pensando e refletindo nesse caos eu comecei a pensar nos apoios que precisamos. Por que nossa geração tem se deixado ser tão superficial e volúvel? É tudo tão líquido e temporal. O que nos falta pra viver tudo o que pregamos? Nosso exterior parece tão maduro e muitas vezes tão precoce. Temos opiniões e ideais formados sobre quase tudo, mas onde estão os valores e fundamentos para tudo isso? Onde estão a vivências? Será que estamos construindo nossas vidas a partir de informações cibernéticas? E a vida real? E o suporte real?

A tecnologia tem sido refúgio para muitos de nós. Nela encontramos entretenimento, informação e escape emocional. Por isso acabamos passando mais tempo nas “nuvens” digitais do que com os pés no chão: vivenciando nossas famílias e amigos.

De fato, eu e você não temos culpa da família que temos. Sei que você não escolheu os pais que tem, nem os irmãos, tios, avós, primos e assim em diante. Mas não fuja deles. Eles foram confiados à você. E sabe por que comecei a falar de família? Por que é nela que temos que construir nossos fundamentos e vivências. É a partir dela que devemos começar uma revolução. Eles são o melhor suporte que podemos ter. Uma família sarada é uma igreja sarada.

Não podemos continuar nos apoiando no que é digital. Não podemos continuar a fechar nossos ouvidos para as pessoas reais ao nosso redor e que não estão conectadas conosco por uma rede de internet,mas estão conectadas conosco num laço de sangue.

Você se lembra de Adão? Ele não teve culpa que Eva comeu do fruto, mas quando ele pôs a culpa nela, se esqueceu do fato de que ela tinha sido confiada aos seus cuidados. Claro que a salvação é individual e que o destino da sua família não depende só de você, mas seja você chave de cura na sua casa. Não se feche para eles. Não fuja deles. Não culpe eles.

Um beijo e um queijo,
Camile Cabañas de Oliveira

You Might Also Like...