Aleatório

Não! Não vamos fazer o que a gente quer!

A algum tempo a cantora Anitta no meio de uma apresentação em um dos maiores festivais de música no Brasil, após falar que se sente feliz de levar o funk a um show naquela estrutura, fazendo o que ela quer, falando o que ela quer, “pegando” quem ela quiser, disse ás mulheres que elas podem fazer o que querem sim e que os homens presentes no lugar concordariam com isso.

Não, nós não podemos fazer o que queremos Anitta.
Quantas vezes a mulher é objetificada? O funk, a sensualidade, a sedução, não, nós não queremos isso.

Hoje em dia há uma quantidade enorme, impressionavelmente grande de meninas/mulheres que dizem cristãs e dançam sensualmente em festas de família, festas com amigos. Em minha sincera e humilde opinião, devemos apresentar a Deus nosso corpo como sacrifício puro e reto diante dEle.
Em 1 Tessalonicenses 4.3-8 na versão da Bíblia A Mensagem diz: (…) Vocês estão a par das orientações que estabelecemos da parte do Senhor Jesus. DEUS DESEJA QUE VOCÊS VIVAM UMA VIDA PURA.
AFASTEM-SE DA PROMISCUIDADE SEXUAL.
Aprendam a APRECIAR e DAR DIGNIDADE ao CORPO, NÃO ABUSANDO DELE, como É COMUM entre os que NÃO CONHECEM NADA DE DEUS.
(…) Deus não nos chamou para uma vida de DESLEIXO e CONFUSÃO, mas para algo SANTO e BELO – por DENTRO e por FORA.
Se vocês fizerem pouco caso dessa advertência, não estarão ofendendo o próximo mas rejeitando Deus, que dá a vocês o Espírito Santo como presente. 

Não, não é normal ser cristã e dançar sensualmente.
Não, não é normal ser cristã e beijar a maior quantidade de rapazes possível.
Não é normal ser cristã e usar seu corpo para seduzir um homem.
Não é normal usar roupas que são sensuais.
NÃO É NORMAL!

Se você é cristã, e acredita na BÍBLIA, isso não é normal.
Se nas escrituras diz para apreciar nosso corpo com dignidade e não abusando dele como é comum aos que não conhecem NADA de Deus e que Ele nos chamou para algo santo e belo, essas práticas na minha geração tem que acabar.

Se você não está de acordo com essas palavras, você não acredita na Bíblia e ou precisa a ler mais.
Eu acredito em uma geração de meninas que sabem que Deus as chamou para algo santo e belo. Relacionamentos que têm santidade e beleza, beleza vinda dEle.

Quando eu usava aquele site de perguntas e respostas (curious cat), recebi constantes perguntas sobre “dançar funk em festa de família”, que estavam entre a família, não era nada demais, e que cresceram dançando com as primas mais velhas e etc.
Sinceramente, você acredita que Jesus faria isso?
Jesus é Santo, e pela santidade dEle sabemos: Ele não faria isso. E o que Ele não faz, deveríamos não fazer.

Não sou contra músicas seculares, (e vamos falar disso em algum texto futuro), mas sou contra músicas que denigrem a imagem da mulher e as objetifica.

Viver com Jesus é viver diferente. Se você vive Jesus as pessoas tem que ver Ele em você, então temos que prestar atenção no que falamos e fazemos, nossas atitudes também podem pregar quem Ele é.

Não! Não fazemos parte dessa cultura.

Quanto mais pedi para o Espírito Santo me revelar quem sou eu aos olhos dEle, mais sobre Jesus Ele falou, mais sobre Jesus Ele mostrou, e isso afim de que eu queira me parecer com Ele, afim de que parecer com Ele seja o meu objetivo, afim de que tudo em mim reflita a Ele.
Quando permiti o Espírito Santo ter acesso a tudo em mim, Ele mudou tudo que não agradava e não mostrava Ele.
Caminho segundo a promessa que Ele deixou: andar de glória em glória, e de glória em glória. Sendo renovada pela transformação em minha mente porque Ele tem acesso a ela.
Eu quero me apresentar ao Pai, com um coração puro e reto, quero agradar a Deus e isso não é cafona.
Quando vivi Jesus, eu realmente vivi. Hoje eu tenho vida, vida como jamais antes.

Eu choro, oro, levanto um clamor pela minha geração, uma geração de meninas e mulheres que são fortes, que são lindas porque refletem Jesus nitidamente.

Não vamos fazer o que a gente quer porque vamos fazer o que o Mestre quer.
Porque vamos andar como Ele andou.
Porque vamos fazer o que Ele fez e ainda mais.

E eu vou lutar para que isso aconteça, e eu vou lutar e espalhar por onde Jesus me permitir ir, essa realidade.

Se permita ser tocada, ser acessada, e que Ele mude o que não agrada a Ele.

Não vamos fazer o que queremos Anitta, e uma geração de mulheres vai se levantar e espalhar que vamos fazer o que Jesus quer.

Mars.

You Might Also Like...

  • Bruna
    fevereiro 7, 2017 at 1:36 am

    Boa noite. É realmente interessante o seu texto e também concordo com o que disse. Porém, o que a cantora disse não deveria ser levado ao lé da letra. Hoje estamos em uma fase que não se fala em outra coisa além de Feminismo. Os comentários são crueis as mulheres principalmente no meio evangélico sendo que são julgadas apenas pelo exterior, desde usar uma calça, uma esmalte que não seja renda, um cabelo solto, uma maquiagem bonita ou até mesmo questoes de trabalho. Uma pessoa informada e ligada nessas questoes entende de forma clara o que a cantora quis dizer, que a mulher pode sim vestir o que quiser, e pode sim dançar se quiser. E lembrando que estamos falando de um evento e de uma cantora que espero que não seja influencia para a garota crista ou para leitoras. E claro cabe ao evangélico separar o mundo de sua vida cristã, cabe a ele saber que ele é o seu testemunho em todas as açoes.
    Não acho construtivo usar um acontecimento com palavras “mundanas” como “voces podem pegar quem você quiser” para implantar uma opniao pessoal. Tenho certeza que o artigo poderia ter tido um titulo de referencia diferente. E para concluir as garotas de Deus podem sim falar o que quiser, discutir o que quiser, usar uma calça sem conciencia pesada, fazer a unha sem ser julgada, cortar o cabelo sem ser o assunto da igreja, ir no cinema com o namorado sem acharem que rolou “algo diferenciado”.

    • vidadegarotacrista
      fevereiro 7, 2017 at 8:51 am

      Oi Bruna. O que a cantora disse foi levado ao pé da letra pelas que estavam presentes no lugar, ambiente extremamente propício. A cantora foi bem além da formalidade da roupa, dos costumes, e se expressou perfeitamente em: “faça o que quiser, inclusive sexualmente sem ser julgada”. Eu fiz o texto direcionando para meninas cristãs que sei que fazem o que fazem conforme está escrito e no meio cristão continuo afirmando: não é normal. Eu achei totalmente realista usar esses termos por isso os abordei na construção do texto. Meu objetivo é um texto forte e não uma leitura reflexiva. Abordei o caso da cantora no evento para trazer sim o assunto para os hábitos das meninas cristãs. Não falei que não podemos usar calças, nem muito menos pintar unhas e jeito de usar o cabelo sem ser assunto da igreja porque isso se dá devido a cada doutrina e eu não quero ofender ninguém com a doutrina que segue. O foco do texto está muito bem expresso, atingi meu objetivo e tenho obtido feedback positivo. Obrigada por sua opinião.

  • Andrelúcia
    fevereiro 7, 2017 at 11:47 am

    Minha oração final é que a minha vontade seja a mesma dEle. Que eu pense como Ele, que eu reaja como Ele e que eu viva como Ele. Mais do que fazer o que Ele quer que eu faça, eu também quero querer o que Ele quer de mim. Parabéns por esse texto incrível, Mars. E obrigada por ser instrumento dEle.

  • Larissa Souza
    fevereiro 7, 2017 at 9:23 pm

    Obrigada por esse texto maravilhoso. Eu mesma sou uma pessoa que Jesus já incomodou em relação às danças, sempre dancei funk quando era criança e ano passado estava numa festa de um amigo e comecei a dançar com uma amiga que não conhece Jesus. Desde esse dia Jesus tem me corrigido com isso, e hoje também já não acho mais certo esse tipo de coisa, porque se eu quero mostrar Jesus para as pessoas eu não vou conseguir fazer isso dançando sensualmente, como você disse “Ele não faria isso. E o que Ele não faz, deveríamos não fazer”. Mês passado fui para a praia com a minha família e só estávamos entre mulheres e começamos à dançar umas músicas e minha prima colocou uns funks antigos e eu acabei percebendo que já não consigo mais dançar como antes , eu simplesmente acho que esse tipo de atitude não convém mais à mim, sabe? E glória a Deus por isso e por esse texto também!!

  • Carol
    fevereiro 8, 2017 at 4:46 pm

    Mars, concordo com tudo que você disse.. infelizmente vejo moças da minha igreja postando fotos com frases de músicas mundanas, usando roupas com decote super descarado… é muito triste! Ao invés de ser “luz” estão simplesmente copiando o mundo e levando pra igreja.. que Deus tenha misericórdia da nossa geração e que possamos sim, ser quem Jesus nos chamou pra ser, A DIFERENÇA !

  • Ministério Florê
    fevereiro 8, 2017 at 5:37 pm

    Muito bom o texto, Mars!

  • Filipe
    fevereiro 9, 2017 at 2:42 pm

    Excelente texto, meninas. E concordo com o que foi dito, inclusive porque muitas jovens cristãs tem se deixado influenciar pelo o sistema do mundo cada vez mais. Temos um padrão de beleza e santidade a seguir, e esses padrão está em Jesus Cristo e não em pessoas como anitta, beyonce e outras.