Aleatório Devocional

Encontre a sua velocidade e vai!

A 7/8 anos atrás enquanto eu ainda estava no colegial, eu costumava andar de skate com alguns amigos de sala e eles voltavam pra casa andando pelas avenidas. Eu não tinha um, porque meus pais achavam que eu iria me arrebentar no chão, mas mesmo assim, eu pegava um skate dos meninos e andava também, bom, eu sabia me equilibrar em cima, eu já cai, me ralei toda, mas cheguei em casa como se não tivesse acontecido nada, para os meus pais nem se quer desconfiarem que eu estava fazendo essas traquinagens.
Sabe do que eu mais gostava? De ficar pra trás enquanto os meninos desciam depressa pelas ruas. Amava ser a mais lenta com medo de cair. Eu ficava numa velocidade que estava perfeitamente confortável, na qual eu me equilibrava bem, sentia o vento no rosto, ficava numa boa e enquanto isso o restante da galera me esperava sentados no fim da avenida.

Velocidade tem tudo a ver com inconstância!
Há umas duas semanas eu fiquei frequentemente relembrando dessa época da minha vida e também estou estudando sobre inconstância, até que nesses últimos dias alguém falou pra mim: “você não precisa acompanhar o ritmo espiritual de ninguém, encontra o seu e vai!”

Quantas vezes a gente fica olhando alguém que está numa pegada diferente da nossa com Deus e queremos estar onde ela está, e enquanto nos esforçamos espiritualmente no meio do caminho acontece algo que nos frustra e temos aquela sensação de “voltar a estaca zero com Deus”?
Isso não é a causa de sermos inconstantes, mas é uma das coisas mais relevantes que ando observando.

Sabe? Amém se uma pessoa está fluindo no sobrenatural, tendo encontros intensos com Jesus, todos os dias tendo testemunhos poderosos pra contar, isso é excelente, isso é ótimo, mas cada um segue sua vida com Deus e nós não podemos nos basear no relacionamento de alguém com Ele para criar o nosso.

Eu estou em um processo com Deus, onde estou o conhecendo mais, orando mais, me disciplinando mais, o ouvindo mais, o encontrando mais, e isso está em um ritmo no qual eu não trapaceio o meu tempo. Nem todos os dias consigo orar por alguém na rua, nem todos os dias tenho visões espirituais, nem todos os dias tenho um testemunho louco, mas minha fome pelo sobrenatural continua ardente em mim. Não é porque não tenho todos os dias manifestações sobrenaturais que Deus deixou de me amar e eu deixarei de buscar a Deus. Em um vídeo do Israel Subirá ele diz que busca a Deus independente se ouve a Ele, independente se vê uma manifestação sobrenatural, mas busca a Deus porque simplesmente o ama de todo coração e com toda sua força.

Quando eu comecei a ser mais diligente em meu relacionamento com Deus, comecei a entender mais sobre Ele. Sem observar ninguém, mas buscando o meu crescimento nEle, entendendo o que Ele quer falar pra mim naquele momento.

Esse é o meu ritmo, esse é o nosso ritmo. Sem pressão por querer ser mais espiritual que alguém, sem pressão para querer ter legendas nas fotos do Instagram mais espirituais, sabe porque? Essas coisas são relevantes, no fim de tudo o que sobra e consta mesmo é a motivação do meu coração.

Todo mundo começou em algum ponto. Se você tem uma pessoa que considera um “referencial” pra sua vida cristã, ela teve um ritmo, ela simplesmente teve um começo, assim como nós estamos construindo nossa história e relacionamento nEle.
Se a gente parar de querer ter o ritmo do outro e só admirar onde o outro está chegando, talvez seja um começo de pararmos de sermos inconstantes em relacionamento. Se eu fosse tentar andar de skate rapidão, com certeza eu iria cair e ralar até a minha alma, mas admiro que salta, quem tem velocidade.

Essa sou eu, andando na avenida, bem lentinha, mas sabendo me equilibrar pra não cair, sabendo me equilibrar pra ter a sensação do vento soprando no rosto, e nesse caminho, nesse ritmo eu aprendo mais.
Se tem alguém andando rápido na minha frente, cara, amém, essa pessoa encontrou sua velocidade, sabe se equilibrar e está confiante e confortável, mas enquanto a mim, to aqui e amando estar aqui, amando ter encontrado uma velocidade que consigo encontrar Jesus sorrindo.

Afinal, não é uma competição, relação íntima com Deus não é um troféu a ser exibido.

Você não pode ser constante naquilo que você não é profundo. E pra alcançar profundidade você precisa de um tempo e um ritmo.

Encontre sua velocidade e vai.

Abração de urso pardo.
Mars.

You Might Also Like...

  • Gabriela
    Março 9, 2017 at 9:11 pm

    Manooo quem é você, esse texto foi pra mim, Jesus abençoe 😍💙

  • Calma Borboleta
    Março 10, 2017 at 8:27 pm

    amei, muito lindo o texto e me alcançou de uma forma linda que trouxe paz ao meu coração .

  • Ariane Moreno
    Março 15, 2017 at 5:00 pm

    Tudo o que eu precisava ler…Obrigada!

  • Lizandra Stadler
    Março 17, 2017 at 3:49 pm

    É a mais pura verdade.. me atingiu aqui tb!!

  • laryssa
    Março 28, 2017 at 4:15 pm

    manoooo eu quero Deus mais de Deus, quero isso saka mente fixada em Deus..
    Deus te ama demais e te usa demais…. muito obrigada por ter sido um instrumento
    de Deus na minha vida.