Vida

Um motivo pra orar? Suicídio.

Talvez esse seja o texto mais difícil que já escrevi em toda minha vida.
Talvez se eu estivesse gravando um vídeo ao invés de escrevendo, estaria chorando com todas as palavras ditas.

Mas precisamos parar. Parar um pouco de sermos tão egocêntricos, de olhar tanto para os nossos problemas, tanto para o nosso eu, e começarmos  a ver o próximo, ver cada pessoa, como parte da nossa família, assim como Jesus sempre viu.
Se você assim como eu, as vezes sente que não tem mais assuntos para orar, vou dar um motivo para você clamar nesses próximos dias, meses, anos: SUICÍDIO.

“Novo relatório divulgado pela Organização Mundial de Saúde, a OMS, chama a atenção de governos para o suicídio, considerado “um grande problema de saúde pública” que não é tratado e prevenido de maneira eficaz.
Segundo o estudo, 804 mil pessoas cometem suicídio todos os anos – taxa de 11,4 mortes para cada grupo de 100 mil habitantes. De acordo com a agência das Nações Unidas, 75% dos casos envolvem pessoas de países onde a renda é considerada baixa ou média.O Brasil é o oitavo país em número de suicídios.  O país com mais mortes é a Índia (258 mil óbitos),  seguido de China (120,7 mil), Estados Unidos (43 mil), Rússia (31 mil), Japão (29 mil), Coreia do Sul (17 mil) e Paquistão (13 mil). O levantamento diz ainda que a cada 40 segundos uma pessoa comete suicídio e apenas 28 países do mundo possuem planos estratégicos de prevenção..”

Faz algum tempo que as redes sociais acusam notícias de suicídio em muitos lugares, principalmente no Brasil! Precisamos nos mover em oração a favor disso. Há uma espécie de jogo, chamado Baleia Azul (faremos um texto falando bem detalhadamente sobre isso), e esse jogo tem despertado o interesse de jovens que já pensam sobre o assunto de suicídio e ou também sofre de depressão.

Nós, como cristãos, como igreja de Jesus, temos que nos posicionar, anular isso da nossa geração, orar e clamar por isso. Não podemos mais deixar que isso se prolongue!
Comecei a procurar uma imagem para esse texto e meu coração ardia, e eu chorava com tudo que via. Mensagens escritas em forma de cortes nos braços e nas pernas, dizendo: “desculpe por eu não ser perfeita”, “só queria um pouco de amor”, “a vida me faz sofrer”.. Há um vazio, um vazio que sabemos que somente Jesus preenche. Imagino nosso Pai, aguardando filhos que clamem, que queiram ir ao encontro dessas pessoas, um Pai querendo fazer encontros acontecerem, um filho que transborda encontrar um filho que procura a vida, um filho que conhece o Pai, com um filho que ainda não o conhece.
Eu acredito e irei ao encontro dessas pessoas, eu irei com Jesus, irei com a própria vida, apresentar a vida, a vida abundante, transbordante, o Pai da Eternidade. Aquele que toca e sara o nosso interior. Eu quero ir ao encontro de pessoas que querem se suicidar. Quero ir ao encontro de jovens que estão se cortando agora enquanto escrevo e enquanto você lê. Eu quero ir.
Eu não posso me acomodar, não posso estudar e ou fazer minhas rotinas do dia normalmente como se nada estivesse acontecendo, mas sei que há pessoas que estão agora planejando sua morte. Não vou passar mais nenhum dia sem chorar e clamar com tudo em mim para que isso PARE. Eu quero mover o coração do meu Pai a favor disso.

Precisamos pensar como família. É isso que Jesus quer não é mesmo? “Amigos e família para compartilhar a vida”. Então, me arde saber que agora um irmão ou irmã acaba de morrer.

Não romantize o suicídio e nem a depressão. É sério!

Ore por isso.

– Marcelle.

Por isso, a criação aguarda ansiosamente a manifestação dos filhos de Deus.
Romanos 8:19

 

 

You Might Also Like...

  • tata
    maio 10, 2017 at 5:05 pm

    uau

  • tata
    maio 10, 2017 at 5:06 pm

    “Mas precisamos parar. Parar um pouco de sermos tão egocêntricos, de olhar tanto para os nossos problemas, tanto para o nosso eu, e começarmos a ver o próximo, ver cada pessoa, como parte da nossa família, assim como Jesus sempre viu.”