Devocional

O Espírito Santo e o jardim.

Sim, esse texto é baseado em uma cena do filme A Cabana. Então se você ainda não assistiu, saiba que terá um grande spoiler aqui.

Quando vi essa cena, eu só consegui falar: É ISSO! É realmente isso. Mack sou eu!
Não era selvagem, na verdade nunca foi, é somente confuso e lindo.

Não conseguirei chegar onde quero com esse texto sem contar essa belíssima parte do filme, onde a pessoa que representa o Espírito Santo leva o personagem a um jardim todo bagunçado, onde o próprio se surpreende com o que vê. Nessa mesma cena Espírito Santo diz que trabalha naquele jardim todos os dias e é nítido, ele amava fazer isso, e o jardim significava o interior do próprio personagem.

Se já não somos mais “nós” mas Cristo vivendo em nós, temos que parar com essa visão errônea que temos de achar que somos muito mais carnais que imaginamos. Realmente somos seres constituintes de carne em nosso corpo e que também “carne” biblicamente refere-se a estar de certa forma vulnerável ao pecado e estar menos espiritual.
Mas, depois de assistir esse filme, conversando com o Espírito Santo em secreto no quarto, eu comecei a me ver como jardim. Eu sou sim um jardim. Há um trabalho diário do Espírito Santo em mim. Tirando as ervas venenosas, carpindo, podando, cuidando das pétalas, das folhas, dos caules, das cores, das raízes. É, com toda certeza, eu sou um jardim. Sempre fui. Como não me vi como jardim antes?

Ser jardim me lembra Deus passeando pelo Éden ao entardecer. Ele vinha. Ele queria conversar. Ele conhecia o jardim e o amava.
Jardim é o lugar de visitação, e isso só confirma mais uma vez: sou jardim.

Sou um jardim em constante mudança e trabalho do Espírito Santo. Há dias que as flores estão espalhadas, há galhos quebrados, há pétalas caídas, está uma tremenda desordem, e nesses dias é visível, Ele vinha, reorganizava as flores, retirava os galhos machucados e quebrados, as ervas daninhas, as raízes venenosas, os espinhos perigosos.. Limpava e organizava tudo.
Há também dias que o jardim está reluzente. Ah como sinto tudo florido! As folhas estão verdes, os caules sem espinhos, verdinhos e saudáveis, as pétalas estão parecendo recortadas de tecido cetim, há um orvalho sobre as flores, o cheiro do jardim está fresco, há uma brisa refrescante e cheirosa no jardim, parece que choveu, mas foi somente ajuda do regador, foi o trabalho do Espírito Santo.

Mesmo quando meu eu faz derrubar as flores e quebrar os galhos, mesmo que as vezes o jardim em um estalo parece virar um labirinto espinhoso e escuro, Ele não desiste. Volta novamente, com humildade, com leveza, com amor (muito amor), e começa a podar, tirar o labirinto, voltar tudo para o seu devido lugar, onde Ele planejou e colocou.

Ele volta ao jardim quando o jardim virou um campo minado, porque Ele conhece onde pisa e desativa todas as armas. Ninguém melhor para cuidar do nosso interior, do que Aquele que mora dentro do nosso interior.

Estou feliz por ser jardim. Feliz por me reconhecer jardim. Feliz por detectar a vinda do Espírito Santo no jardim, simplesmente porque Ele ama o jardim.

Por mais que eu me esforce, as vezes não vou conseguir manter o jardim intacto para quando Ele vier regar as flores, mas quero mantê-lo limpo. Quero apresentar a Ele um jardim limpo.
Imagino eu conseguindo deixar o jardim um lugar ao menos bom, para quando o Espírito Santo chegar para mais um dia de trabalho, Ele só achar algumas coisinhas para ajeitar e passar o restante do dia se sentindo feliz por estar ali.

Se eu chamo meu coração de casa dEle, então no jardim Ele tem um lugar para morar.

Espírito Santo, arraste os móveis, limpe a Sua casa, mas, saia para visitar o jardim e se sentir feliz e se sentir em casa no jardim também. Não há um super tratamento fitológico para impedir que a sujeira venha  e as ervas daninhas cresçam as vezes, mas eu com toda certeza, quero ser o melhor jardim que Você poderia ter.

Fiquem na paz.
Abraço de urso.
Mars.

Cânticos – 4:16
Levanta-te, vento norte, e vem tu, vento sul; assopra no meu jardim, para que destilem os seus aromas.
Ah! entre o meu Amado no jardim, e coma os seus frutos excelentes!

 

You Might Also Like...

  • Amanda Arrochella
    abril 24, 2017 at 1:30 pm

    aaaaaah!!!! que maravilhosoooo!