Vida Cristã

Sozinhos.

Esse foi o texto mais difícil que já fiz e o que mais tive medo de postar.

Acredito que em algum momento a geração mais velha “se perdeu” e não está direcionando essa geração.
Há milhares e milhares de jovens sedentos por crescimento sem se quer alguém disposto que lhes ofereça paternidade, liderança ou acompanhamento.
É lamentável.

E a culpa não é do YouTube, que se tornou a ferramenta de fácil acesso para aqueles que “sozinhos” obtém novas revelações através daqueles que compartilham, e os espectadores comemoram o fato de conseguirem expandir ao menos um pouco de seus conhecimentos sobre Deus.
Vejo uma geração mais velha reclamando sobre a atenção dos mais novos voltados somente ao YouTube e redes sociais dizendo que “são discipulados por lá”, mas essa geração mais nova não tem culpa de não ter líderes e discipuladores.
Também vejo que mesmo “abandonada”, ela se tornará os líderes que eles não tiveram.

Não é por não sermos bons o suficiente ou não sermos influentes o suficiente para que alguém nos convide a andar próximo, é sobre uma geração anterior que não passará o bastão pra esta, mas também sobre uma geração que por não ter “ninguém”, está se preparando para ser alguém.

Meu coração ficou partido em ter ouvido mais uma vez um jovem em prantos dizendo: “serei o líder que eu não tive”, e triste por ele representar a grande maioria de jovens que conheço, inclusive a mim, que também faço parte dessa grande maioria que cresce “sozinho”, (e isso não significa frequentar uma Igreja). Penso que isso nos faz sermos unicamente dependentes do Espírito Santo e de seu trabalho e ensino para nós.

Isso não é um pedido de discipulado, muito pelo contrário, é um pedido pra que se você está sozinho, por favor não desanime e continue sendo discipulado pelo melhor Líder de todos, Jesus Cristo.
Continue usando as ferramentas que te dão acesso a informações, continue buscando novas revelações, continue tendo fome e sede, continue porque o Senhor irá honrar sua fome e sua sede. Continue buscando no seu quarto. Continue indo na sua igreja mesmo que você não tenha uma liderança ativa ou um discipulador, continue estando grato por estar lá e dê frutos onde está plantado.
Continue buscando discernimento do Espírito sobre tudo que você ouve. Continue querendo a companhia do Autor da Bíblia enquanto a lê, porque Ele sempre vem.

Estar sozinha, desencadeou uma grande crise comigo mesma, eu me achei insuficiente, pouco influente. Via algumas pessoas sendo disputadas por líderes renomados da nossa geração e olho pro lado e vejo jovens com tanta fome, sede, tanto temor, porém não vistos. Não temos nada a oferecer para grandes líderes, não temos muito seguidores, não temos fama nem reconhecimento, somente temos um coração disposto que ainda não é o suficiente.
Infelizmente isso não é senso de inferioridade, antes fosse, e seria mais fácil de resolver.

O que está acontecendo com a liderança no Brasil? O que está acontecendo? Onde estão os pais espirituais dessa geração?
Falavam tanto da próxima geração, cá estamos nós e cadê aqueles que diriam cuidar de nós?
Acho que estão preocupados com os “problemas” que a tecnologia trouxe, ou em fazer um bom culto com uma palavra impactante.Eu abençoo os pais espirituais que realmente são pais espirituais. Sem preguiça, sem querer exibir, eles são, porque amam.

Se você é um líder ou pastor que discípula e cuida de jovens, parabéns, você faz parte de uma absurda minoria de líderes que fazem isso.

Vamos orar pelo despertar de líderes e pais espirituais no Brasil.
Enquanto isso, eu e você não iremos desanimar, continuaremos, como eu disse lá em cima, sendo discipulados, cuidados, mentoreados pelo maior Líder e Mestre, Jesus Cristo.

Por isso não desanime quando você tiver dúvidas que parecem não serem respondidas.
Não desanime quando Deus parecer estar em silêncio.
Não desanime quando parece que Ele não vem.
Não desanime quando você começar a desanimar.
Não desanime por olhar pro lado e não haver ninguém pra te encorajar.
Não desanime!

Quando isso acontecer, force seu coração a fazer aquilo que ele foi criado para fazer: amar a Deus e só isso. Não precisamos senti-lo para ama-lo.
Sentir é importante, mas amar, é muito mais.
Quando tudo estiver dolorido, difícil, massante, olhe para o céu e ame o Senhor. Adore Ele mesmo com o coração bem dolorido.

O Senhor está honrando nossa fome e nossa sede no secreto.

Continue.
Não estamos sozinhos.

Um abraço,

Marcelle Mazza.

You Might Also Like...

2 Comments

  • Reply
    Laís Silva
    Fevereiro 7, 2018 at 12:04 am

    Uau, eu realmente me identifiquei muito com tudo o que você disse. Houve um tempo em que eu me sentia triste por não ter ninguém para me guiar. Usei isso como desculpa para a forma como eu me sentia distante de Deus. Era como se Ele apenas estivesse esperando que eu fizesse algo a respeito e eu não sabia como fazer esse algo sozinha. Mas é como você disse: não estamos sozinhos.

    Obrigada por manter o blog, fico feliz de tê-lo encontrado.
    Fique sempre na graça e na paz de Deus.
    Boa noite.

  • Reply
    Pamella Vieira
    Fevereiro 8, 2018 at 11:29 pm

    Durante muito tempo da minha vida eu cresci “sozinha”. E foi horrível. Não tinha ninguém do meu lado que me ajudasse. Se tivesse, talvez teria evitado muitos erros.
    Hoje eu vejo o cuidado que o Senhor tem comigo. Ele colocou líderes que são verdadeiramente pais espirituais. Sei quem nem todos são como eles. E não culpo essas pessoas. Tenho o compromisso de ser diferente, ajudar quem está “só”.
    Agora o bastão está conosco. Cabe a nós não cometermos os mesmos erros. Se Deus permitiu que eles errassem, foi para que nos fortalecêssemos em algo que será necessário nesse momento. Talvez seja esse o legado que vamos passar para a próxima geração. Mas que a importância de ser discipulado nunca morra.

  • Leave a Reply